Na última assembléia do dia 04 de julho deste ano a categoria reafirmou a decisão da substituição do percentual da data-base pela Incorporação do abono, aprovando também solicitação já encaminhada de emenda ao projeto, para suprimir o art. 3o. e reforçando que a incorporação ocorra dentro dos limites da LRF.

Conforme já divulgado o Vereador Marcelo D2 em 12 de julho apresentou a emenda aditiva ao projeto.
Apesar da confirmação das eleições suplementares em Paulínia, vamos continuar acompanhando e cobrando o andamento do projeto.

As eleições suplementares não modificam a obrigatoriedade do poder executivo municipal em cumprir a data base da categoria.

O projeto ainda não entrou em pauta e aguarda os pareceres das comissões permanentes da Câmara.
É importante frisar que este projeto apenas regulariza uma situação preexistente, não tem nada a ver com o atual momento político do município e precisa da atenção e empenho de todos, para que votem e aprovem este projeto de grande relevância para os Servidores de Paulínia.

A Luta faz a lei!
Avante!

STSPMP e Comissão Eleita