A diretoria do nosso STSPMP (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Paulínia) esteve reunida, até a noite desta segunda-feira, 08, com a Administração Municipal para tratar da Campanha Salarial/2017.

Como já amplamente divulgado, o nosso Sindicato apresentou como índice de reajuste básico de reajuste inflacionário o indicado pelo IPCA no período, 6,29%. Porém, o prefeito Dixon Carvalho afirmou que o índice do período, de maio a maio de 2016 a 2017, fixou-se em 4,57%. Índice que contestamos na mesa de negociação.

A Administração também apontou o risco de extrapolar a Lei de Responsabilidade Fiscal, caso concedesse o reajuste reivindicado pela nossa categoria, através do nosso Sindicato. Mas, ocorre que o Sindicato contratou um especialista e trouxe um estudo de impacto, demonstrando a possibilidade de concessão do reajuste sem ultrapassar o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Diante dos argumentos do Sindicato, o prefeito se comprometeu a estudar a questão. E se comprometeu também a avaliar a reivindicação referente aos reajustes nos benefícios do vale alimentação, saúde e transporte.

Devemos deixar claro que a Prefeitura não apresentou nenhum documento, nenhuma proposta concreta de reajuste, pois afirmou que “ainda está  realizando estudos”.  A Administração solicitou nova reunião, amanhã, 09, às 15h.

E TAMBÉM MANTEMOS PARA AMANHÃ A ASSEMBLEIA GERAL PARA DELIBERAR AS PROPOSTAS DA ADMINISTRAÇÃO, A PARTIR DAS 18H30 NA SEDE DO NOSSO SINDICATO.